Interação solo-estrutura: Análise de fundações profundas

Por 18 de novembro de 2018Construção, Engenharia

Interação solo-estrutura para sistemas estruturais reticulados sobre fundações profundas

Resumo:

A interação entre as interfaces do sistema solo-estrutura tem a finalidade de assegurar a durabilidade, estabilidade e funcionalidade da obra durante sua vida útil, para isto, apresenta-se uma ferramenta para consideração deste fenômeno na análise global de estruturas reticulares, assentes sobre fundações profundas, com o objetivo de verificar a influência dos recalques de apoio em estruturas desta tipologia, e se os mesmos são capazes de gerar esforços adicionais significativos sobre os componentes estruturais. O método empregado baseia-se na hipótese de Winkler, que admite molas discretas ao longo do fuste das fundações. Portanto, o trabalho consiste em incorporar a metodologia para consideração de apoios flexíveis à estrutura computacional proposta por Gere e Weaver Jr. (1987), utilizando o Método da Rigidez, o qual é amplamente empregado para análise de estruturas reticulares. Através da análise integrada, contemplando parâmetros da infraestrutura, superestrutura e do terreno de fundação, comprovou-se que a rigidez dos elementos estruturais e os recalques diferenciais têm influência significativa na redistribuição dos esforços e, portanto, a vinculação entre solo e estrutura que melhor descreve o comportamento físico de uma edificação real é condição de apoios deformáveis.